segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Deus e o Destino das Flores!

 Deus não joga Dados com o mundo!

            Esta frase referida a Albert Einstein, tenta debater sobre a mecânica Quântica e suas propriedades aleatórias. Na verdade a frase dita originalmente é mais ou menos assim: "A mecânica quântica é certamente impressionante. Mas uma voz interior me diz que não é ainda a coisa real. A teoria diz muito, mas não nos traz mais perto dos segredos do Velho. Eu, pelo menos, estou convencido de que Ele não joga com dados".
            O "Velho" aqui é uma figura metafórica representando não o Deus judaico-cristão, mas o espírito da natureza, a essência da realidade.

            Mas é na realidade que encontramos exatamente as mesmas propriedades da mecânica quântica no que se refere ao jogo de dados, vejamos, por exemplo: As Flores!

            As flores são na realidade os órgãos reprodutivos das plantas, onde, digamos o ato sexual é ofertado a ação de outro ser, podendo ser uma abelha, um besouro, até mesmo algumas aves e outros pequenos animais, sem entrar na questão evolutiva e biológica, vamos aqui analisar apenas o porquê dessa necessidade da ação de um ser.

            Imagine a seguinte situação!

            Um ser, seja ele qual for, planta ou animal tem a possibilidade de escolher qual forma de si mesmo ele quer perpetuar, ou seja: levar além, mas ao fazer isso é preciso lembrar que uma escolha nossa, seja qual for elimina a possibilidade de qualquer outra escolha naquele momento, sendo assim nossas escolhas determinam a extinção de uma infinidade de outras escolhas, então como saber que escolha escolher???

            No artigo: http://reflexhuman.blogspot.com.br/2013/05/a-lira-do-destino-parte-1.html e sua segunda parte: http://reflexhuman.blogspot.com.br/2013/05/a-lira-do-destino-parte-2-final.html eu falo exatamente sobre a ação do destino sobre os seres.

            Obs: O blog: Reflexão... Há humanidade! Foi feito para levar as pessoas uma compreensão maior de nossa própria humanidade, como a crença em Deus faz parte da humanidade fica difícil tentar evitar falar Dele, principalmente por que gostaria de manter o blog neutro quanto à discussão religiosa, mas é difícil evitar trazer o assunto a tona, por isso mais uma vez abro essa exceção para falar de Deus.

            É comum ouvir as pessoas dizendo que tal ser nasceu segundo a vontade de Deus, ou que outros fatos ocorrem segundo a vontade do mesmo, mas é preciso entender alguns princípios básicos, como:

Infinito: entender o infinito não é só entender que o espaço não tem fim, ou que o tempo seja eterno, há também de se entender que infinito engloba uma série de outras coisas, como infinitas possibilidades de ser, de fazer, de interação seja em si mesmo ou com outros seres...

Eterno: Que não tem começo e nem tem ou terá fim.

Onipresença: significa que algo, está presente em tudo e que tudo tem a mesma possibilidade de presença no espaço e no tempo, mesmo sendo o espaço e o tempo infinitos.

Onisciência: a mesma ciência que rege o Universo está presente em tudo, a Onisciência é a lei universal, mecânica e inerente há tudo e com todos os seres.

Onipotência: em qualquer lugar, qualquer coisa tem a mesma potencialidade de existência, é visível no calculo E=M C2 que nos mostra que em um simples átomo há um potencial enorme e quase infinito de energia capaz de gerar até mesmo um novo universo dentro de nosso próprio Universo.

            Agora vejamos:

            Se Deus é onipresente, onisciente, onipotente, eterno e infinito não deve haver portanto um privilegio de um ser sobre o outro, isso implicaria em uma potencialidade maior de um ser, fato ou quaisquer que seja a ocorrência sobre todas as outras coisas, seria um total desequilíbrio na própria Onipotência de uma ocorrência perante a onipresença de todas as outras possibilidades de ocorrência, assim como implicaria que a onisciência é exercida em favor de algo implicando a não ocorrência de quaisquer outras possibilidades existenciais.
 
          Em outra linguagem mais fácil de ser compreendida por todos é o mesmo que dizer que um ser, seja este Deus ou não, controlaria o desejo e o voo de uma abelha, por exemplo, para que esta ao sair em voo encontre apenas uma determinada flor e entre em contato com um único e determinado estames e leve o pólen apenas para um único determinado pistilo para que a combinação genética gere exatamente a flor desejada por Deus!!!


Ora! Existem tantas e tantas variáveis possíveis que nem todos os computadores do mundo reunidos para calcular esta escolha seriam capazes de fazer isso somente para obter uma única combinação desejada, sendo que seria preciso saber todas as abelhas possíveis, todas as flores possíveis, a variação do tempo (clima), a velocidade do vento e todas e quaisquer coisas que possa entrar no caminho da abelha e por uma pequeníssima flutuação em qualquer ocorrência levaria esta ao encontro de outra flor, de outras informações genéticas que implicaria na não existência da flor desejada por Deus!

Isso tudo significa somente uma coisa?

Que não há outro destino a não ser o que acontece a cada momento.

Nesse caso Deus, não pode negar sob o julgo de sua própria e superior vontade a existência do próprio infinito, afinal Ele mesmo está para o infinito assim como o infinito está para Deus, portanto toda esta forma dos seres se reproduzirem e gerarem outros seres estão diretamente ligados a Deus sendo assim tudo a todo o momento está em aberto para gerar o que tiver de ser gerado.

Isso significa que toda forma de vida possível está para o infinito e todo o infinito está para todas as formas vividas, sendo assim a vida não pode negar o próprio potencial de outras vidas, por isso os seres ao se reproduzirem geram com isso uma enorme e quase que infinita possibilidade de combinações possíveis, trazendo a tona à forma de vida que surge ao acaso, isso é como se Deus jogasse dados com o mundo!

Mas se existem todas as possibilidades de combinações possíveis no infinito, portanto qualquer resultado que surja é um resultado finito e por isso com potencial existencial infinito!

Em suma é como se toda e qualquer flor que venha a existir, toda e qualquer forma de polinização que venha ocorrer deve estar ligada diretamente a vontade de todos os seres viventes no mesmo universo, é como gerar um Universo que seja responsável por si mesmo, isso é como dizer que o acaso na realidade está diretamente ligado com o infinito e este estabelecendo por ordem dos fatos a existência finita de todas as outras possibilidades. É como se o acaso só é possível por ocorrência de um caso!

É por isso que a existência das flores só é possível pelo fato de que a natureza necessita de uma casualidade para que todos os outros acasos sejam dissolvidos em um único evento.

Portanto Deus não joga dados com o mundo!

Pois o mundo inteiro já é um imenso dado e cada evento é por si só um caso vindo de um acaso tornando este uma realidade imutável no espaço e no tempo.

Aplicando esta ciência em nossas vidas significa que não há um homem certo ditado por Deus para casar com a mulher certa, ou visse versa, não há uma determinação no tempo e no espaço para que este ou aquele evento ocorra sem que nós mesmos movamos para esta possibilidade, pois somente o ser real dotado de onipresença, onisciência e onipotência pode fazer isso, somos nós os causadores de todos os eventos possíveis, de todas as possibilidades dentre estas só podemos escolher aquilo que realmente somos capazes de fazer, assim como a abelha que decide por uma flor, nós decidimos por nós mesmos sem que isso implique em esperar por uma vontade superior, pois em nós mesmos já está embutido à vontade de Deus, sendo assim o nosso amor é também o mesmo amor que Deus tem por nós, a nossa pessoa amada é a pessoa amada por este Deus vivo dentro de nós, então não espere por uma voz vinda das nuvens para te dizer o que você deve fazer, nenhuma abelha e nenhuma flor esperam por isso, eles simplesmente vivem o encanto da vida e se entregam ao gozo de viver sem se punir por suas decisões, afinal estamos livres como formigas sobre a mão de Deus por isso você tem o seu próprio caminhar e tenha certeza de que todos têm suas próprias vontades e atitudes que depois de realizadas nada poderá mudar isso, por isso escolha muito bem o seu perfume, a sua cor, a sua forma de se encantar com a vida e viva, seja como uma flor que espera o seu deleitar do suave toque de uma abelha ou como uma abelha com seu encanto pela flor, o importante é reconhecer que dentro de você se encontra Deus.

E que você faça de sua vida a vossa vontade!

Amém.

Comente com o Facebook: